Como conseguir uma melhor noite de sono para você e seu cão

A hora de dormir para um cão pode ser extremamente desafiadora, mas com um pouco de disciplina, você e seu pet podem ter bons sonhos. Aqui estão algumas dicas para ajudá-lo a ter uma boa noite de sono.

  1. Estabeleça um local específico para o cachorro dormir. Pode ser uma caminha de cachorro, um canil próprio ou uma casinha. Leve o seu cão até lá com uma recompensa para que ele entenda a sua área de dormir com algo positivo.
  2. Faça com que seja aconchegante e tranquilo. Se o seu cão está com problemas para dormir, dê-lhe um cobertor quente. O ruído ambiente - como música baixa ou um relógio - também é ótimo para ajudar a acalmar um filhote de cachorro e abafar ruídos que, de outra forma, poderiam mantê-lo acordado.
  3. Faça com que a entrada no seu quarto seja sempre mediante um convite. Se você permitir que seu cão compartilhe sua cama, verifique se ele só entra no quarto ou na cama quando convidado. Isso mostra a ele que você está no comando e que as rotinas de dormir serão determinadas por você.
  4. Forneça  bastante exercício ao seu cão. Se ele estiver cansado de brincar ou de uma boa caminhada, ele se acalmará mais facilmente na hora de dormir, o que tornará o processo menos estressante para os dois. 
  5. Siga uma rotina. Dê o jantar ao seu cão no início da noite e verifique se a hora que antecede a hora de dormir é calma, para que seu filhote fique relaxado. Sempre dê a chance de fazer as necessidades no local adequado, antes de coloca-lo para dormir.


Manter essas dicas em mente e manter uma rotina noturna levará a noites mais tranquilas para você e seu pet.

Artigos
Informações de segurança

NexGard® é destinado apenas para cães. As reações adversas relatadas com mais frequência incluem vômito, coceirapele seca/escamosa ou irritada (prurido), letargia, diarreia e falta de apetite. O uso seguro de NexGard® em cães gestantes, reprodutores ou lactantes não foi avaliado. Use com cautela em cães com histórico de convulsões ou distúrbios neurológicos. Em caso de dúvidas consulte o médico-veterinário.

 

Para mais informações, clique aqui .